41

univ_ico UNIVERSIDAD: Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINO
AÑO DE FUNDACIÓN: 1969
ESTADO/PROVINCIA: São Leopoldo / Rio Grande do Sul (RS)
POBLACIÓN ESTUDIANTIL EN 2013: 30737 alunos
xp_ico

RESUMEN DE LA BUENA PRÁCTICA DE INSERCIÓN CURRICULAR

Como exemplo de boa prática dessa inserção curricular, utilizamos um dos projetos desenvoltos, qual seja, o projeto para superendividados de São Leopoldo, que contempla os pessoas me situação de dívida extrema, que estão sofrendo processos por não pagamento. Ao comparecerem à audiência, recebem assistência jurídica gratuita. Os alunos do curso de Administração, no projeto em questão, oferecem oficinas de reeducação financeira, orientações sobre planilla de ornamento doméstico, compreensão do sistema de juros e taxas praticadas no comercio e na rede bancaria, bem como orientações para o consumo organizado e no impulsivo. O projeto teve início há 3 anos e conta com o apoio da Assistência Jurídica Gratuita da Unisinos e do Fórum da Comarca de São Leopoldo. Os participantes podem discutir sobre usas situações financeiras, refletir sobre o consumo e trocar experiências pessoais de boas práticas de orçamento familiar e controle de gastos.

ANTECEDENTES DE LA EXPERIENCIA

A elaboração do projeto inicia com a análise do contexto socioeconómico da região e da vulnerabilidade social, identificada pelos estudantes, para que os mesmos conhecem a realidade e proponham a realização de um projeto social.

OBJETIVOS DE LA EXPERIENCIA

Na Universidade as atividades acadêmicas não tem objetivos e sim, competências que devem ser desenvolvidas pelo aluno durante a realização da atividade. Portanto, pode-se afirmar que a prática tem como objetivo colocar os alunos em contato com a realidade sócio-econômica local, contribuindo a sua formação integral e desenvolvendo um conjunto de competências, conforme segue.
As competências previstas para desenvolvimento são:

Projeto social I

Capacidade de buscar informações e argumentar acerca de diferentes realidades transpondo os limites de seu cotidiano.

Capacidade de visão crítica e investigativa da realidade social, econômica e cultural através da integração de conhecimentos adquiridos das atividades acadêmicas cursadas no primeiro e segundo semestre do curso.

Capacidade de compreender com visão sistêmica e ética o ambiente de negócios, pensando o ser e o fazer do administrador à luz da integralidade da vida humana.

Capacidade de estruturar projetos de intervenção social utilizando método científico.

Projeto social II

Capacidade de atuar com visão sistêmica e ética no ambiente de negócios e nas relações com a sociedade.

Capacidade de conviver e atuar com visão crítica e investigativa, com diferentes culturas e em diferentes ambientes.

Capacidade de implantar e implementar projetos de intervenção social, e avaliar os resultados obtidos, propondo melhorias no processo quando forem pertinentes.

Capacidade de desenvolver relatórios analíticos analisando a situação competitiva das organizações

VALORES QUE HAN SUSTENTADO Y PROMOVIDO ESTA BUENA EXPERIENCIA

Os valores estão contemplados nas competências de cada atividade acadêmica (ética, diversidade, justiça social, sustentabilidade socioambiental, solidariedade, cooperação, inovação e reciprocidade).

MODELO PEDAGÓGICO Y DIDÁCTICO QUE SE IMPLEMENTÓ EN LA EXPERIENCIA

Ressalta-se que a metodologia utilizada tem caráter dialógico, ou seja, coloca os saberes discutidos nessas atividades acadêmicas e os já apreendidos no curso pelos alunos em diálogo com a realidade, com problemas sociais locais e que tem impacto global. Portanto, a metodologia alterna sala de aula e contato com essa realidade.

Além disso, destaca-se que as metodologias, técnicas e recursos de avaliação são de caráter contínuo e processual, realizadas de forma individual e coletiva no decorrer do processo formativo através dos seguintes instrumentos e metodologias: participação nas reuniões de supervisão, elaboração de relatórios (parcial e final), análise da efetividade dos resultados alcançados, elaboração, apresentação do projeto de intervenção e auto-avaliação.

HERRAMIENTAS METODOLÓGICAS EMPLEADAS EN LA REALIZACIÓN DE LA EXPERIENCIA

Projeto social I: elaboração escrita do projeto, contemplando as seguintes etapas: análise do contexto socioeconómico e justificativa, definição dos objetivos do projeto, público beneficiado; atividades/ações; definição das metas/resultados; sistema de avaliação e gerenciamento; metodologia do projeto (como será implementado); definição da equipe e parcerias; cronograma de execução.

Projeto social II: implantação, gerenciamento e avaliação dos projetos elaborados na disciplina de projeto social I, diálogos com a comunidade e parceiros do projeto; parceriais desenvolvidas.

FORMA EN QUE LA EXPERIENCIA HA POSIBILITADO LA INTEGRACIÓN DE VARIAS DISCIPLINAS O AVANZAR EN ABORDAJES INTERDISCIPLINARIOS

A atividade “Projeto Social” integra as competências que o aluno desenvolveu ao longo do primeiro ano do curso de Administração. Os projetos sociais remetem para uma estratégia de gestão participativa e cooperativa, integrando as competências desenvolvidas. Além disso, deve perceber a importância do administrador entender e saber atuar na lógica de projetos, nas mais diferentes áreas e também na dimensão social. Por fim, deve-se destacar que permite essa integração em contato com a realidade local, como já destacado anteriormente.

ACTORES CLAVES QUE HAN PARTICIPADO EN LA EXPERIENCIA

Professora e alunos da Atividade Acadêmica de projeto social I e II; advogados e juristas do fórum de são Leopoldo, professores e alunos do curso de dirito que atuam na assistência jurídica gratuita e pessoas em situação de superendividamento que comparecem ao furor de São Leopoldo para audiência.

¿POR QUÉ SE CONSIDERA QUE ÉSTA ES UNA BUENA EXPERIENCIA PARA LA COMUNIDAD EDUCATIVA Y PARA EL DESARROLLO DEL ENFOQUE DE RSU?

Tendo em vista que, se trata de atividades integradoras, onde o aluno se apropria do conhecimento aprendido em diversas áreas de conhecimento da administração (economia, empreendedorismo, marketing, gestão de pessoas, raciocínio lógico e quantitativo, entre outras, também consideradas relevantes), oportuniza que o mesmo realize ações de responsabilidade socioambiental. Além disso, possibilita um trabalho interdisciplinar com o compromisso da inclusão social.

ANEXOS

Projeto Social II: Projeto Novo Horizonte